*** Cromoterapia ***


Cromoterapia

Várias foram as civilizações antigas, como a indiana, a grega, a chinesa e outras que utilizavam as cores para o tratamento de saúde.

A cromoterapia está intimamente ligada ao antigo Egito assim como a própria Medicina. O vinculo da Medicina ao Egito data de 2800 a.C com IMHOTEP, considerado Pai Universal da Medicina, pois foi ele quem escreveu os primeiros livros de Medicina, em rolos de papiros, tendo, também, fundado a primeira escola de Medicina.

Séculos mais tarde, Hipócrates (460-377 a.C), médico grego, esteve no Egito estudando a matéria Médica com os sacerdotes-médicos, durante três anos. De retorno a Cós, sua cidade Natal, fundou a primeira Escola de Medicina da Grécia e elaborou o Juramento Médico baseado nos escritos de IMHOTEP.

Conforme pesquisas do Dr. Paulo Galioughi, autor do livro “La Medicine des Pharaons“, o tratamento medico com uso das cores iniciou-se no Egito, onde seus sacerdotes-médicos se utilizavam das cores, utilizando flores e pedras preciosas.

Temos também:
- DINSHAH GHADIALI – Médico Indiano, que estruturou a Cromoterapia em bases científicas. Autor de uma enciclopédia, em 3 volumes, sobre a utilização das cores nas doenças.
- John Ott – Médico e Diretor do Instituto Sarasota 0 Flórida/USA, que pesquisou o efeito das cores sobre tumores cancerosos. Autor do livro “Health And Light”.
- Niels Finsen – Médico em Copenhague, Dinamarca. Autor do livro “Propriedades Actínicas da Luz do Sol“. Fundou o Instituto da Luz para a cura de pacientes com tuberculose. Realizou curas surpreendentes em cerca de dois mil pacientes com a cromoterapia, recebeu o premio Nobel, em 1903.
- René Nunes – Conferencista e Professor, Jornalista, dedicou-se à pesquisa e aplicação da Cromoterapia em mais de dez mil pacientes, obtendo grande índice de recuperação, Autor de diversas obras sobre o assunto